Artigos O mais longo movimento grevista da história
A Greve dos Queixadas
8/09/2010 | 05:21
A empresa The Brazilian Portland Cement Company foi vendida para o Grupo Abdalla em 1951, passando a denominar-se Companhia Brasileira de Cimento PortlandPerus. Em 14 de maio de 1962, a cidade de Cajamar ficou mundialmente conhecida como a sede de um dos mais longos movimentos grevistas da história.

A greve teve o seu final em 1969, mas as suas principais questões foram resolvidas apenas cinco anos depois. Em julho de 1973, visando ao recebimento dos débitos de Abdalla para com a Fazenda Pública (cerca de 1 bilhão de cruzeiros), pagamento dos salários da greve (quase 20 milhões) e fim da poluição em Perus, o presidente Médici confiscou os bens da Perus.

Em outubro de 1974, o presidente Geisel corrigiu o inoperante primeiro confisco, permitindo que a União tomasse posse das pedreiras. Em novembro do mesmo ano a União depositou mais de 18 milhões de cruzeiros para pagar os salários acumulados no tempo de duração do processo (de 1962 a 1969). O pagamento foi feito aos trabalhadores em frente à sede do Sindicato, em Perus, sob a luz de velas.
Endereço: Avenida Professor Walter Ribas de Andrade, 555 - Centro, Cajamar / São Paulo - CEP 07752-000
Telefones: (11) 4446 6148 / (11) 4446 6844 / (11) 4446 6054 / (11) 4446 6866
Aberto: de segunda à sexta-feira, das 7h às 19h | Protocolo e Atendimento: das 12h às 18h
E-mail: contato@camaracajamar.sp.gov.br


© 2018 CMDC - Todos os Direitos Reservados ®